A RELIGIÃO TRADICIONAL NA PRESERVAÇÃO DA IDENTIDADE

Autores

  • José Sumburane

Resumo

A identidade como a existência de elementos uniformes e típicos de um grupo, abre espaço às novas gerações de encontrar elos de ligação com a velha geração quando esta preservar as tradições nela inbuídas através da valorização e cumprimento dos traços culturais da linhagem. Sabe-se que a identidade está inscrita nos valores e práticas existentes nas tradições e serve de guia e garantia de estabilidade entre os membros da comunidade. O ensaio evidencia o contribuição da religião tradicional na preservação da identidade dos Bitonga da comunidade de Jangamo com objectivo de compreender a contribuição desta religião na manutenção dos valores e práticas identitárias. O ensaio resulta do trabalho de campo desenvolvido na comunidade de Jangamo no âmbito da elaboração dissertação de mestrado. Desta recolha foi possível notar que a religião tradicional em Jangamo é praticada a nível do clã, núcleo família e individual. O culto dos antepassados pelas estruturas de poder local, pelos pais biológicos/sociais e individualmente permite integrar as novas gerações com as práticas tradicionais locais, reforçar a memória colectiva do grupo em relação as mesmas e fortalecer o núcleo étnico.

Palavras chave: Religião. Identidade. Antepassado.

Downloads

Publicado

2024-05-24

Edição

Seção

DOSSIÊ LEITURAS DECOLONIAIS II: Novas práticas nas Humanidades e no Ensino